My Image

Sobre

Thales Henrique é Administrador, Coach, Gestor de Projetos e está especializando em Gestão de Pessoas. Possui mais de 10 anos de experiência generalista em Administração. Apaixonado por pessoas e suas interações.

Arquivo

OS ERROS QUE OS LÍDERES PRECISAM EVITAR

24/07/2018 23:52:21

Thales Henrique

My Image
O líder é o profissional capaz de estimular o outro a fazer, de forma engajada, aquilo que é preciso fazer para que o objetivo comum seja alcançado. A liderança é a competência que tem o poder de transformar o ambiente organizacional, e ainda hoje, alguns erros são cometidos pelos líderes. Isso acaba resultando em comportamentos indesejados pela equipe, e tem impacto direto nos processos produtivos das organizações.

 

Vamos conhecer alguns desses erros?

 

1 – NÃO FAZER AQUILO QUE PREGA

Acontece às vezes de o funcionário não ver sentido em respeitar determinadas regras ou cumprir normas, simplesmente pelo fato de seu líder direto também não o fazer. O líder precisa ser o espelho para a equipe, e precisa estar ciente disso. Quando o líder exige algo que ele não faz questão de cumprir, acaba sendo modelo de desrespeito, e a equipe perde a confiança e o respeito por ele.

 

2 – NÃO PREPARAR OUTROS LÍDERES

Muito comum gestores se sentirem ameaçados por talentos que se destacam na equipe. O bom líder não guarda conhecimento, ele dissemina, ensina, e confia na equipe. O líder precisa confiar em si, e estar sempre se desenvolvendo para que possa crescer ainda mais em sua carreira.

My Image3 – NÃO FORNECER FEEDBACK NO MOMENTO OU JEITO ADEQUADO

Feedback é uma ferramenta de comunicação muito válida para o ambiente organizacional, mas o líder precisa se atentar ao fazê-lo. Não é raro gestores que chamam atenção do colaborador aos berros, na frente de outros funcionários, ou até de clientes, por exemplo. Tem também aqueles que não falam quando o funcionário erra, deixa passar e só vai falar quando acontecer novamente, ao invés de evitar uma segunda falha. O feedback precisa ser pontual, não pode estar muito distante do fato ocorrido, e deve ser feito de maneira justa, em um tom tranquilo para ambos, e sempre levantando as qualidades do funcionário para que ele se sinta capaz de melhorar o que está sendo apontado.

 

4 – NÃO DAR CREDIBILIDADE AO QUE A EQUIPE SUGERE

Muitas vezes, quem está na frende da produção, no chamado “chão de fábrica”, que lida diretamente com o cliente, esses no geral detém informações valiosas, e podem ter muito a contribuir para a melhorar na rotina da empresa. Um bom líder não age com autocracia, onde só o que ele manda é possível, pelo contrário. Ele precisa ser abrir para ouvir as ideias, sugestões de melhoria, feedbacks sobre produtos ou processos, e assim deixar os funcionários participarem das escolhas referente a rotina deles.

 

5 – NÃO INCENTIVAR A EQUIPE A ARRISCAR

Sabemos que é fora da zona de conforto que as mudanças acontecem, e por isso é importante incentivar a equipe a buscar mudanças, inovação. A pensarem em novas formas de fazer, e a se responsabilizarem, claro, sempre abraçando a responsabilidade com eles, mostrando que estão juntos. É necessário passar confiança e independência, afinal, já imaginou um grupo que precisa perguntar tudo a todo momento?

 

6 – NÃO SE MOSTRAR ABERTO A COMUNICAÇÃO

Se os liderados não se sentem à vontade para se comunicar com o gestor, isso precisa ser revisto. É um relacionamento que vai durar por um tempo na empresa, e enquanto essa relação estiver presente, ela precisa ser ativa para ambos os lados. Quando o líder dificulta a comunicação, a equipe também se nega a ouvi-lo, podendo gerar conflitos.
 

7 – FOCAR NAS TAREFAS E ESQUECER AS PESSOAS

Lembre-se que, a organização é feita de pessoas. É preciso entregar resultados, cumprir prazos e metas, mas há que se ter um olhar para os liderados. Não adianta dedicar toda a energia às tarefas, e menosprezar os liderados e a comunicação com eles, sendo indiferente aos seus sentimentos e pensamentos. Os colaboradores precisam encontrar sentido no que fazem, e querem sentir que fazem parte, por isso para liderar é essencial se importar com o outro, saber ouvir na essência e se relacionar bem.